17 de ago de 2010

LIVRO NO PONTO


Projeto Leitura no Ponto disponibiliza livros para a população em pontos de ônibus

O projeto piloto será instalado em três pontos de ônibus da Universidade Federal de Mato (UFMT)

O Projeto Inclusão Literária, coordenado pelo historiador e produtor cultural, Clovis Rezende Matos, lança nesta terça-feira, 17, às 9h, o Livro no Ponto, que tem como objetivo disponibilizar nos pontos de ônibus livros, revistas, gibis e jornais, que ficarão expostos permanentemente por meio de bolsões plásticos abertos e de livre acesso para quem quiser ler.

Este projeto vem ao encontro das pessoas que dependem do transporte coletivo e durante a espera, poderão aproveitar o tempo para lerem e buscarem conhecimento e informação.

Com isso, o idealizador do projeto conta com o espírito de solidariedade da população em lê-los e devolvê-los. Caso queiram contribuir com novos materiais, as pessoas poderão deixar dentro dos bolsões.

Este projeto piloto terá início em três pontos de ônibus dentro da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) – em frente a Reitoria, Instituto de Ciências Exatas e da Terra (ICET) e em frente as quadras de esportes. Dentro de alguns dias o Leitura no Ponto deverá ser implantado nos demais pontos de ônibus da cidade. “Este projeto será implantado nos terminais do CPA e de Várzea Grande e em alguns pontos do centro da cidade e Centros Universitários”, comenta.

O Inclusão

Há cinco anos, Clovis Rezende Matos, implantou o Inclusão Literária, que é um projeto de incentivo à leitura por meio de exposições de livros em praças públicas, shopping centers, vilas e comunidades rurais, utilizando modernos métodos de comunicação e interrelacionamentos humanos, tendo as artes como meio de aproximação e comunicação. O teatro, a música, os contadores de histórias, feiras de livros e oficinas de produção de vídeo, são alguns dos instrumentos de incentivo e iniciação à leitura.

Nenhum comentário: